Home > Botânica > Taxonomia Vegetal > Reino Plantae > Plantas vasculares com sementes e sem frutos  
  Botânica
  Fotos
  Manuais
  Especiais
 

Plantas Vasculares com Sementes e sem Frutos

São as plantas conhecidas popularmente como pinheiros ou gimnospermas. Geralmente de grande porte.

Pinheiro da espécie Araucaria bidwillii. Observar a espessura do tronco. Foto: Silvia Schaefer

 

• As Gimnospermas são plantas vasculares como os ciprestes, as sequóias e os pinheiros.
• São as primeiras plantas a apresentarem sementes, o que significa proteção e alimento para o embrião. Importância evolutiva desta estrutura: sobrevivência mesmo em condições ambientais desfavoráveis. Por isso as espermatófitas (plantas com sementes) são as dominantes.
• Possuem flores e sementes, mas não apresentam frutos. “Sementes nuas”, não envolvidas por frutos.
• São as plantas vasculares mais altas do mundo: até 117 m de altura e 11 m de diâmetro.
• Em geral, as estruturas reprodutivas masculinas e femininas encontram-se na mesma árvore (monóicas). Algumas são dióicas (plantas masculinas e plantas femininas separadas como a Araucaria angustifolia ou pinheiro-do-paraná).
• Os elementos reprodutivos se reúnem em estróbilos, que são as flores das gimnospermas.
• São as primeiras plantas a terem independência da água para reprodução:
- Esporos masculinos, através do vento, chegam à parte feminina da planta.
- Os esporos germinam e o gameta masculino (células espermáticas) chega ao feminino (oosfera) através do tubo polínico. Gametas masculinos não flagelados.

• Existem quatro divisões de gimnospermas atuais:
- Cycadophyta (cicas);
- Ginkgophyta (ginkgo);
- Gnetophyta (gnetófitas);
- Coniferophyta (coníferas).


 

   Termos de uso | Links | A equipe | Contato | |